Me interesso por experiências que me ajudam a descobrir algo novo, que revelam que estou mais conectado ao universo, à vida e aos demais do que eu imaginava. O novo será uma surpresa, é impossível se preparar para ele, e talvez o fato de sabermos disso faça com que estejamos pouco dispostos a nos abrir ao desconhecido.

Ter uma cabeça (e um corpo) impõe um limite sobre como você percebe tudo à sua volta. Imagine que, em vez de uma massa de 20 centímetros sobre os ombros, você tivesse uma extensão de luz que o conecta a tudo e a todos. Você teria uma experiência diferente da vida. O artista e místico Douglas Harding descobriu que não tinha cabeça. O site headless.org descreve a experiência de Douglas e tem exercícios que você pode usar para descobrir que você também não tem cabeça!

Não vou transformar em palavras a experiência que tive de ter uma bola de luz ao invés de uma cabeça, mas quero encorajá-lo, com este texto, a permitir novas experiências em sua vida.

Considere duas coisas:

1.Experiências que se conectam a tudo na vida estão acontecendo agora.

2. Você nega essas experiências ou as interpreta de maneira a encaixar o que está acontecendo em suas antigas crenças ou aprendizado prévio.

Como bebê e criança, você se conectava com tudo o que estava acontecendo e não acreditava que era separado – a vida e você eram um só. Essa mesma experiência está disponível para você agora. No entanto, como adulto, a maioria de nós não quer ser “estranha” ou diferente. Queremos a certeza de que sabemos do que a vida se trata e, portanto, as coisas precisam permanecer iguais.

Você consegue deixar que duas sensações, crenças, imagens ou ideias conflitantes permaneçam lado a lado até que algo novo aconteça?

É possível que alguém tenha dito a você: “Não perca a cabeça”, mas e se você não tiver uma cabeça a perder?

O que aconteceria se você parasse de pensar?

Quão aberto você está para permitir que a vida mude você?

Você está pronto para algo novo, caso contrário não estaria lendo este texto!

Aqui estão três passagens motivadoras sobre novas experiências:

“Perceber e conceber de uma nova maneira, ao invés de reconceber, é todo o desafio. É necessário se abrir novamente além da preconcepção repetidamente. A sensação é de morte. Despertar sempre se parece com a morte, pois você desiste de sua orientação conceitual anterior – sua personalidade anterior – em troca de um começo novo e incerto” – Honestidade Radical

“Para experimentar o novo, deves responder ao chamado para permitir que a revelação e a descoberta, em vez do aprendizado, sejam o que ganhas da experiência” – UCDA (Um Curso de Amor) D:7.4

“Entretanto, experiências diferentes conduzem a crenças diferentes, e estas conduzem a percepções diferentes. Eu te estou conduzindo a um novo tipo de experiência, que estarás cada vez menos disposto a negar. Deixa que o Cristo em ti interprete por ti e não tentes limitar o que vês pelas pequenas e estreitas crenças” – UCEM (Um Curso em Milagres) T-11.VI.3:4,6,9

Bom novo para você!

JAMES KELLY – Criador do Jogo Miracle Choice

VÍDEO – Você está aberto ao novo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *