Todos nós chegamos a um momento de nossas vidas em que começamos um outro tipo de busca. Geralmente, acontece em um momento em que atingimos certo tipo de estabilidade financeira, emocional, uma certa maturidade. Alcançamos algumas metas que estabelecemos para o que chamamos de existência, como ter uma profissão, formar uma família, ser socialmente ativo.

No entanto, depois de cada conquista, estabelecemos um próximo objetivo e depois outro e a busca e luta diárias parecem não ter fim. Temos o que muitas pessoas chamam de doença do vazio. E é justamente essa sensação, de que nada desse mundo irá nos satisfazer, que nos move a empreender outro tipo de busca. A busca do autoconhecimento, ou da espiritualidade.

Chegamos à inevitável conclusão de que nada do que há no mundo pode nos satisfazer plenamente, questionamos se estamos buscando no lugar errado.

Acredito que todos nós temos uma Memória, uma lembrança de Quem realmente somos. Um Curso em Milagres diz que a Vontade de Deus é a Felicidade Perfeita para o Seu filho. Somos os filhos santos e perfeitos de Deus e, por conta da parte da nossa mente, que o Curso chama de Mente Certa, não nos contentaremos com nada menos do que Felicidade Perfeita, que é a Vontade de nosso Pai.

Portanto, essa insatisfação, que se manifesta e nos move internamente a buscar incessantemente, é a saudade de casa, do nosso real lar. Queremos estar em Paz, não ter experiências de paz, que são o oposto do conflito, mas realmente descansar na Paz eterna que é nosso direito e herança.

Por fim, gostaria de compartilhar um trecho lindíssimo de Um Curso de Amor* que acalentou meu coração, pois sei que todo e qualquer desconforto que tenho é manifestado por algo aqui dentro de mim, que tem saudade de estar em Paz. Que lembremos que Paz deveria ser a nossa única meta, pois é somente através dela que estaremos verdadeiramente em Casa, onde pertencemos. Nosso real Ser não se contentaria com nada menos do que a felicidade e paz perfeitas que Deus deseja para nós.

“Amor e saudade estão tão intimamente ligados, pois se vincularam no momento da separação, quando uma escolha de se afastar do amor e uma escolha de voltar a ele nasceram em uníssono. O amor, portanto, nunca foi perdido, mas obscurecido pela saudade que, colocada entre ti e tua Fonte, ocultou Sua luz ao mesmo tempo em que te alertou de Sua presença eterna.” (T.4.3)

* Ainda não disponível em português e em processo de tradução.

JULIANA KUROKAWA – Treinadora e Facilitadora Miracle Choice

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *