Acredito verdadeiramente que tudo o que acontece ao nosso redor está nos ensinando a respeito de quem nós somos.

Isso é assim em vários sentidos. Aquilo que conseguimos enxergar, captar, compreender, tangenciar é limitado pelo que consideramos possível. A maneira como experimentamos o mundo está intimamente ligado àquilo que acreditamos ser.

Talvez você tenha o mesmo sentimento que tenho ao observar a mim mesma e aos seres humanos em suas interações nas diversas relações. Reconheço em mim um desejo constante por união.

Buscamos pessoas que tenham os mesmos interesses. Em minha vida, o círculo de pessoas que tenho por perto me mostra que tipo de pensamentos e sentimentos tenho nutrido em mim. E vejo, com muita alegria, que tenho criado relações mais profundas.

Minha busca por me conhecer melhor e ser mais tolerante e amorosa comigo mesma me abre a possibilidade de me aprofundar em meus relacionamentos e me unir de tal maneira com as pessoas que, mesmo que eu não as conheça há tanto tempo, sinto que nossos corações estão unidos.

Esses dias fui trocar figurinhas da copa com o meu filho em uma praça na cidade onde moro. A praça estava lotada de pessoas de todos os tipos, mas um rapaz me chamou a atenção. Ele já estava com o álbum praticamente completo, mas ainda tinha um monte bem grande de figurinhas repetidas.

Ele olhou as figurinhas repetidas do meu filho e não achou nada que precisava para completar o seu álbum. No entanto, o rapaz se propôs a ajudar o meu filho a checar quais figurinhas, dentre as suas repetidas, meu filho precisaria.

O exercício durou em torno de quarenta e cinco minutos. Começou a chover forte e perguntei para o rapaz se ele não queria interromper o processo e ir embora. Ele nos sugeriu buscar um abrigo e continuamos.

Ao final desse encontro, que acredito que tenha sido um encontro santo, meu filho estava satisfeitíssimo por ter conseguido tantas figurinhas novas e o rapaz também parecia muito contente. Se despediu para ajudar um outro garoto que, como o meu filho, também não tinha nenhuma figurinha que ele precisava. Ele fez tudo de novo com a mesma disponibilidade, a mesma atenção e desprendimento.

No final das contas, nem perguntei o nome do rapaz, mas ele me ensinou que, ao contrário do que imaginei, o mundo está cheio de pessoas que buscam a união e estão prontas para doar o seu tempo, sua atenção, seu amor e sua vida. Me senti profundamente grata por ter recebido tanto de um desconhecido.

Às vezes fico pensando se sou eu quem está mudando, ou se o mundo está se tornando mais amoroso. De qualquer forma, queria escrever esse texto para recordar a mim mesma e a cada um de vocês, querid@s leitor@s, que o Amor é sim a solução e que o desejo latente que temos por união é o farol que nos levará de volta para nos lembrarmos que somos Amor.

“A satisfação pode ser encontrada em todos e em cada um de teus irmãos e irmãs, pois em cada um o Cristo está disponível para ser visto e experimentado, como em mim. É em teus relacionamentos santos que a união pode ser encontrada e experimentada, e, portanto, são eles que alimentam teu desejo de união com tudo e com todos, assim como teu desejo de conhecer teu Criador. No entanto, para que esse anseio seja satisfeito, deve ser puro, livre de medo e de julgamento e buscado com plenitude de coração. Não são os meios que te faltam, mas o desejo com plenitude de coração.” – Um Curso de Amor – C.19.7

JULIANA KUROKAWA – Treinadora e Facilitadora Miracle Choice

PS – Aproveito a oportunidade para fazer um convite para as pessoas que moram no Nordeste: participar do treinamento para facilitadores Miracle Choice que estarei realizando, juntamente com a treinadora Claudia Vaciloto, em Salvador entre os dias 18 a 22/05. Venha passar quatro dias conosco curando a sua visão do mundo e recebendo ferramentas para poder oferecer isso às outras pessoas. Para mais detalhes, escreva para contato@miraclechoice.com.br

VÍDEO – Grandes ensinamentos em pequenos gestos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *