A Realidade Que Você Criou é Real?
por James Kelly


O dicionário Cambridge online define a realidade como segue:

“O estado das coisas como elas são e não como elas são imaginadas.”

Mas e se o que você imaginar se torna real para você? Então, você não saberá a diferença entre o que é real e o que é imaginário! Você trataria o imaginário como real.

Criamos uma realidade imaginária?

O filme “Uma Mente Brilhante” explora a confusão entre o que é imaginário e o que é real. O personagem principal, Nash, interpretado por Russell Crowe, sofre de esquizofrenia e vê coisas que não existem. Perto do final do filme, Nash diz:

“Eu ainda vejo coisas que não existem, eu simplesmente escolho não as reconhecer. Como uma dieta para a mente, eu simplesmente escolho não aderir a certos apetites. Como o meu apetite por padrões. Talvez o meu apetite por imaginar e sonhar.”

Nash nunca se recupera totalmente, mas torna-se capaz de discernir e pedir ajuda para saber a diferença entre o que é real e o que é imaginário.

O propósito do milagre em Um Curso em Milagres (UCEM) é mostrar a diferença entre o que é real e o que é imaginário. A realidade, de acordo com UCEM, é que você foi criado como um ser amoroso. Você não criou a si mesmo e, portanto, na realidade, você não pode criar qualquer coisa que não expresse o amor. Se você estiver enfrentando qualquer coisa além do amor, isso é irreal. Se você criar algo que não existe, como o medo, a falta ou a limitação, você pode acreditar nisso e ele vai parecer real. Então, será necessário um milagre para mostrar o que é verdadeiro e o que é falso.

“A crença produz a aceitação da existência. É por isso que tu podes acreditar em algo que ninguém mais possa pensar que é verdadeiro. É verdadeiro para ti, porque foi feito por ti.

Todos os aspectos do medo são inverídicos, porque não existem no nível criativo e, portanto, não existem.”

Texto Capítulo 1. Seção VI. nº 4.

Em “Uma Mente Brilhante”, a esposa de Nash, Alicia (Jennifer Connelly), torna-se a expressão do milagre quando ela concorda em ajudá-lo a distinguir entre o que é real e o que é imaginário.

Se você escolher o milagre, ele o mostrará um mundo alegre que reflete o amor e a inocência que você é na verdade. Um mundo sem o medo que você pensava ser real.

JAMES KELLY – Criador do Jogo Miracle Choice

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *